O alimento milagroso que acelera a queima de gordura e te faz dormir 8 horas seguidas

O mel é um alimento natural produzido pelas abelhas a partir do néctar que elas coletam nas flores, que é processado e transformado até chegar ao produto final. O que sai desse processo é um alimento realmente muito doce, pois é composto por diversos tipos de açúcares como a glicose e a frutose, excelentes para uma alimentação saudável e controlada, pois as calorias resultantes são totalmente genuínas e acima de tudo naturais. Ao longo dos anos, a ciência conseguiu identificar até 200 tipos de elementos que são importantes para o bem-estar do nosso corpo. Existem muitas variações de mel, aproximadamente 300 tipos diferentes, cuja variedade depende das flores das quais o néctar é extraído.

O mel é considerado um superalimento, justamente porque os benefícios resultantes são muitos, por exemplo, é indicado como antioxidante, é anti inflamatório, antifúngico, antimicrobiano, antimetastático e antitumoral. Tudo isso é possível graças às substâncias presentes nele, principalmente no mel puro e cru, que são, como flavonoides, polifenóis, compostos voláteis, alcaloides, glicosídeos.

O mel orgânico cru, não processado, é certamente a melhor escolha, não tendo passado por nenhum tipo de tratamento industrial, deixando intactas as suas propriedades nutricionais. O consumo deste alimento é recomendado tanto pelo sabor quanto pelos efeitos benéficos à saúde. Os antioxidantes que lhe são fornecidos têm uma função muito importante, pois interceptam os radicais livres antes que possam causar doenças e danos e também retardar o processo de envelhecimento do nosso corpo. A cor do mel é a chave de suas propriedades: quanto mais escuro, mais significativos são seus valores antioxidantes.

O mel também é um excelente remédio para tosse. Tem ação emoliente sobre as células secretoras de muco, diminuindo a produção de catarro, com base na quantidade de açúcares contidos. Desta forma, o estímulo da tosse diminui e a respiração fica mais livre.

Suas propriedades anti inflamatórias se devem à presença de compostos fenólicos e flavonoides; eles ajudam na cura de tecidos danificados, induzindo uma resposta estimulante do sistema imunológico. Em particular, foi observado que o niger oligossacarídeo, um tipo de açúcar presente no mel, tem efeitos benéficos em nossas defesas imunológicas, fortalecendo-as.

Outra qualidade do mel que não deve ser subestimada é que é um excelente calmante e anti-stress. Na verdade, em casos de estresse, sono agitado ou ansiedade, é aconselhável comer uma colherinha antes de ir para a cama, até mesmo um copo de leite com mel pode ajudá-lo a dormir melhor. Obviamente, não faz milagres, mas definitivamente o ajuda a melhorar.