Estado de choque: Anafilático, Neurogênico e Mais – Primeiros Socorros

Entenda o que acontece com uma pessoa quando entra em estado de choque, conheça também um pouco sobre o estado de choque, anafilático, neurogênico, septicêmico, cardiogênico e o hipovolêmico, e saiba como agir quando necessitar prestar primeiros socorros.

Basicamente quando uma pessoa entra em estado de choque, seu corpo sofre com uma crise aguda de insuficiência cardiovascular.

Coração, vasos sanguíneos e o sangue ficam num total desequilíbrio dificultando assim a oxigenação, dependendo da gravidade pode até ser fatal e levar a morte quando não tratada a tempo.

estado de choque

O que causa o estado de choque

Como o estado de choque é um grupo de síndromes cardiovasculares são vários os fatores que podem levar a pessoa sofrer desse mal, mas as causas mais comuns incluem:

Infecções graves, ferimentos muito graves, esmagamentos ou amputações de partes do corpo, queimaduras de terceiro grau, ficar exposto a temperaturas muito elevadas ou muito baixas por um longo período, envenenamentos, dor intensa e hemorragias graves.

Sintomas

Para identificar se realmente uma pessoa se encontra em estado de choque é importante observar alguns sinais que o corpo da vítima demonstra.

Leia Também  Como fazer um minhocário ou Composteira Doméstica

Como consequência do desequilíbrio que ocorre com os vasos sanguíneos um dos principais sintomas que poderá ser notado será a pele cianosada ou para melhor entendimento pele roxa nos lábios, dedos e orelhas.

Outros sintomas como respiração fraca, sensação de frio, taquicardia, pele fria e mesmo assim apresentando um suor constante, é primordial conhecer os sintomas para poder oferecer um primeiro atendimento adequado.

Primeiros socorros

Assim que diagnosticar que a pessoa realmente está em estado de choque é muito importante primeiramente conferir se existem algum tipo de sangramento e conferir as vias aéreas para garantir que não tenha nada obstruindo sua garganta.

Assim que terminar de conferir essas duas coisas é hora de ligar para ambulância para que a vítima do estado de choque seja atendida por profissionais.

Mas enquanto a ambulância ainda não chega, mais algumas coisas devem ser conferidas para garantir que a vida da pessoa não corra riscos.

Infelizmente, caso a vítima não esteja em um hospital, não haverá muita coisa a se fazer a não ser esperar socorro chegar, mas há algumas providências que podem ser tomadas afim de evitar que o problema se agrave

Leia Também  Qual a Taxa de glicose Normal no Sangue

De maneira alguma ofereça líquidos para a pessoa tomar, caso necessite de cirurgia poderá ser um problema além do fato da pessoa correr o risco de afogamento.

Mantenha a pessoa deitada de preferência de cabeça para cima, caso não note maiores fraturas afrouxe as roupas para que a pessoa possa respirar melhor e assim também ficará mais confortável.

De uma conferida na boca e veja se a pessoa possui algum tipo de prótese ou algum tipo de alimento e providencie a retirada caso houver.

Independente da pessoa estar consciente o inconsciente, se ela estiver sangrando pela boca é extremamente importante virá-la de lado para que ela não se afogue com seu próprio sangue.

Confira no corpo da vítima se existe qualquer tipo de sangramento, caso exista procure uma forma de estancar o sangue.

Encontre algo para apoiar o pé da vítima de modo que os membros inferiores fiquem elevados, mas caso notar qualquer tipo de hemorragia na cabeça ou tórax isso deve ser evitado.

Leia Também  O que corta o efeito do anticoncepcional, Previna-se

Tipos de estado de choque

  • Choque Hipovolêmico – A perda sanguínea grave leva a uma entrega inadequada de oxigênio no nível celular. Se a hemorragia continuar sem controle, a morte acontece rápido.
  • Choque Cardiogênico – O coração de repente não consegue bombear sangue suficiente para atender às necessidades do seu corpo
  • Choque septicêmico  – O choque séptico é uma condição com risco de morte que acontece quando a pressão arterial cai para um nível perigosamente baixo após uma infecção. Isso reduz a quantidade de sangue e oxigênio que atinge os órgãos do corpo, impedindo-os de funcionar adequadamente.
  • Choque anafilático – Uma reação alérgica grave pode levar ao choque anafilático
  • Choque Neurogênico – Ocorre quando existe uma falha na comunicação entre o cérebro e o corpo, geralmente causada por trauma ou lesão na coluna vertebral. Pode ocorrer choque neurogenico por afogamento, quedas e acidentes.

Imagem: pt.slideshare.net

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *